1 Em Alemanha/ DestinoRBBV/ Munique

Um dia de verão em Munique, Alemanha

Passar um dia de verão em Munique é ter sensações novas em relação à Alemanha.

Estive na Alemanha pela primeira vez em 2013, em Berlim. Apesar de ter considerado uma cidade notável e vibrante, o céu sempre nublado e as lembranças da segunda guerra me deixaram melancólica. A feição fechada de uma senhorinha que me atendeu todos os dias no café da manhã zerou a conta…

Todos ao sol, English Garten, Munique, Alemanha
Todos ao sol, English Garten, Munique, Alemanha

Essa impressão sobre a Alemanha se dissipou ao visitar Munique no verão. Acredito que o sol exerça um poder irresistível na maioria das pessoas (e em seu humor). De certo e especialmente em um país com inverno e outono tão rigorosos.

Vimos pessoas felizes, abertas à conversa, contando piadas (que eu obviamente não entendia) e tomando  muita, mas muita cerveja nos biergartens. Se isso não é felicidade, desconheço outra.

Alianz Arena fica ainda mais bonita no verão de Munique, Alemanha
Alianz Arena fica ainda mais bonita no verão de Munique, Alemanha

Além das atrações óbvias de verão, como parques e biergartens, temos ainda o aniversário da cidade, quando os bávaros, como gostam de ser chamados os nascidos na Bavaria, colocam suas roupas típicas e caem na gandaia. Falamos da festa em detalhes nesse post.

Verão em Munique, principais atrações.

O Complexo BMW

Certamente, em toda cidade existem atrações que são imutáveis às vontades do tempo. Museu é esse tipo de abrigo seguro: choveu? Vai ao museu, o sol tá muito forte? Vai ao museu…

Em Munique, a BMW não tem apenas um museu, mas dois. O BMW WELT é um prédio que reúne de carros antigo a protótipos de carros que ainda vão ser lançados. Além de jogos interativos, os favoritos da criançada.

Protótipos do Museu BMW, Munique, Alemanha
Protótipos do Museu BMW, Munique, Alemanha

Nessa viagem estava com um casal de amigos queridos, os maridos eram aficionados pela marca alemã e eu sou muito fã do Mini Cooper, aquele carro do Mr. Bean. 🙂

Finalmente, fiquei babando pelos minis e sua profusão de cores e modelos.

Carros do Museu BMW, Munique, Alemanha
Um dos primeiros Mini Coopers. Museu BMW, Munique, Alemanha

Por outro lado, o BMW WELT não é apenas um acumulado de lindos e modernos automóveis. Além de uma arquitetura futurista muito bonita, ainda é possível comprar nas lojinhas das marcas, tomar um café ou mesmo caminhar e ver o imenso prédio da fábrica e o Parque Olímpico.

Carros do Museu BMW, Munique, Alemanha
Carros do Museu BMW, Munique, Alemanha

BMW Welt

O prédio foi finalizado em 2008 e é todo coberto de painéis solares, o que demonstra o ideal de sustentabilidade da marca, mesmo que tenha, paradoxalmente, demorado o ingresso no mundo dos carros elétricos.

Vale a apena conferir o site do museu para ver a lindeza que é o prédio de cima.

Perdoamos o atraso BMW, pela entrada gratuita no BMW WELT

Não fomos no museu BMW, pois o BMW WELT foi suficiente para aplacar nossa vontade. Além do mais, o BMW WELT é gratuito, enquanto o Museu BMW cobra E$ 10,00 para o ingresso.

Por fim, dicas práticas. Horário de funcionamento BMW WELT. Segunda a domingo: 09.00 am – 6.00 pm. BMW MUSEUM Terça a domingo: 10.00am – 6.00pm. Última entrada 30 minutos antes do fechamento.

Arquitetura futurista BMW WELT, Munique, Alemanha

Ao lado do BMW WELT está o Parque Olímpico, que como o nome diz, foi a sede das olimpíadas de Munique, que aconteceu em 1972. Logo depois de conhecer o BMW WELT fomos à pé até o parque. É pertinho.

Parque Olímpico

O Olympiapark, parque que serviu de sede para os Jogos Olímpicos de Munique de 1972 é uma ótima pedida no verão de Munique.

Parque Olimpico, Munique, Alemanha
Parque Olimpico, Munique, Alemanha

Infelizmente, o parque olímpico de Munique ficou marcado pelo atentado terrorista ocorrido nessa olimpíada, em que onze atletas de Israel foram mortos por uma bomba, detonada nas instalações dos atletas pelo grupo terrorista Setembro Negro.

No parque encontra-se o monumento dedicado às vítimas do ataque em meio ao gramado verde bem cuidado. No verão são realizados shows ao ar livre no anfiteatro (a programação está nos site do parque).

Não chegamos a assistir um show, mas provamos a cerveja no Biegarten do Olympiapark que foi aprovada.

Palácio de Nynfenburg

Outra atração ótima para ser visitada no verão é o Palácio de Nynfenburg. A chegada já impressiona, parece estar posicionado em um grande retângulo e para onde se olhe há Palácio. Inegavelmente é um palácio e tanto.

Nymphenburg visto na chegada, Munique, Alemanha
Nymphenburg visto na chegada, Munique, Alemanha

E os cisnes nadando, brigando e se coçando vagarosamente são um espetáculo à parte. O jardim do fundo não estava muito florido, mas passear por suas alamedas é gratuito e agradável.

Jardins do Nymphenburg no Verão de Munique
Jardins do Nymphenburg no Verão de Munique

O prédio principal data de 1663 e hoje abriga 04 outros prédios adjacentes, que servem de museus com exposições temporárias. No Nymphenburg também possui um salão dos espelhos, ou ao menos, o tanto de dourado dele parece lembrar Versalhes.

Nós na sala dos espelhos do lindo Nymphenburg
Nós na sala dos espelhos do lindo Nymphenburg

Observe o imenso afresco do teto, muito decorado em tons de azul e rosa, com anjos no entardecer. O nome dessa sala principal é Zum Festsaal.

Os alemães antigos também eram pequenos, Nymphenburg
Os alemães antigos também eram pequenos, Nymphenburg

Nos aposentos do prédio principal observamos o que já é regra em palácios antigos: como a população mundial cresceu. As camas são pequeninas, perfeitas para o meu 1,50m, mas o marido iria sofrer.

Quem diria que os alemães, em geral tão altos, cabiam nessas camas tão minúsculas.

Biertgartens

Vamos ao que interessa no verão…Cerveja! Os alemães, especialmente os Bávaros, são conhecidos por sua cerveja. A Bavaria não tem esse nome por acaso.

Há poucos metros do Nynphenburg está a Hirschgarten, a maior biergarten de Munique e abriga 8 mil pessoas!

O que fazer em um dia de verão em Munique Beer!
Apenas no verão dá para tomar cerveja no meio da rua assim

Biegarten, como o nome já diz, é a união de cerveja com jardim, ou melhor, cervejaria ao ar livre. São ambientes informais, em que os moradores se reúnem para apreciar uma boa cerveja de fabricação local e torrarem um pouco ao sol pleno do verão.

A Hirschgarten serve cerveja Augustiner, uma das melhores da região. Gostamos mais da Augustiner do que da Hofbräu. A Augustiner tem outro ponto forte: ela não é exportada, então aproveite seus dias em Munique para apreciar, já que vai ser difícil consumir no Brasil.

English Garten

Inegavelmente, falar de Munique no verão sem incluir o English Garten é um sortilégio. O English Garten é o maior parque da Alemanha e um dos maiores parques urbanos do mundo, maior do que o Central Park, inclusive.

Um ponto forte do English Garten é o caldaloso rio Isar e sus canais, que corta o parque em vários pontos e permite que surfistas realizem acrobacias mirabolantes .

Surfistas famosos do English Garten
Surfistas famosos do English Garten

Se for uma pessoa desinibida, aproveite para fazer um topless, constante entre as locais. É atleta? alugue uma bicicleta, patinete ou skate que há pistas em todo parque. Bebedor de cerveja como nós? Corra até uma torre chinesa…

Chinese Tower

Ora, em um parque tão grande, claro que não poderia faltar um Biergarten. E ele está lá, a lindinha Torre Chinesa, avistável de quase todo o parque, abrigando uma enorme biergarten.

De 1790, a torre chinesa foi construída em formato de pagode chinês, com cinco andares (infelizmente nenhuma foto minha ficou boa, credito tal ocorrido às cervejas tomadas no Hirschgarten. Toda de madeira, foi destruída na Segunda Guerra Mundial em 1944 e reconstruída em 1952.

Fazendo amigos no verão de Munique
Fazendo amigos no verão de Munique

Ela é um pouco menor do que o Hirschgarten, possui 7 mil lugares e é muito divertida no verão, com praça de alimentação em muita cerveja Hofbräu. Na torre chinesa aconteceu o inimaginável para mim: fizemos amizade com um casal alemão de Hamburgo, olha o sorriso de todos.

Viktualienmarkt

No centro de Munique, muito próximo à prefeitura está o mercado de rua mais fofo da cidade, o Viktualienmarkt. E claro que esse mercado também tem um pequeno biergarten, que serve cerveja Paulaner.

Cervejaria no Viktualienmarkt
Cervejaria no Viktualienmarkt

Poderia dizer que é um dos melhores e maiores mercados de alimentos ao ar livre da Europa, que possui comidinhas variadas, flores, doces e muita gente espalhada pelo local. Mas prefiro dizer que eles servem uma Paulaner d-e-l-i-c-i-o-s-a!

Viktualienmarkt, um mercado cheio de comidinhas
Viktualienmarkt, um mercado cheio de comidinhas

Muito próximos do Viktualienmarkt está o restaurante da Hofbräu (sempre lotado) a praça da prefeitura, a Igreja de Pedro e o Portal histórico de Karlstor, portal medieval que é o cartão de visitas da cidade.

Dicas Práticas para o verão em Munique

Hospedagem

Munique não é uma cidade barata. Embora quase todas as atrações desse post sejam gratuitas e a cerveja mais barata que a água mineral 🙂

No entanto, a hospedagem pode ser um pesadelo de cara, especialmente se deixar para cima da hora e resolver visitar bem no aniversário da cidade.

Sem dúvida, o anjo da boa hospedagem nos reservava um achado, o hotel 25hrs de Munique, um dos mais modernos em que me hospedei.

Piano bar do Hotel 25hs, Munique
Piano bar do Hotel 25hs, Munique

O quarto era bonito e retrô, banheiro confortável e boa contenção de ruído, mas o que mais gostamos foi a decoração exuberante e moderna do hotel, além do animado piano bar no térreo.

Decoração excêntrica do piano bar do Hotel 25hs, Munique
Decoração excêntrica do piano bar do Hotel 25hs, Munique

O restaurante é tão concorrido que não conseguimos jantar lá em nenhum dos dois dias que ficamos, somente com reserva de, no mínimo, uma semana.

Hotel 25hs, Munique
Hotel 25hs, Munique

O hotel fica em frente à estação de trem, o que pode ser uma benção ou um transtorno. Se gosta de conforto e praticidade, não vai se importar com os bêbados e estranhos que rondam a frente da estação de trem.

Chegamos do aeroporto e só atravessamos a rua para chegar ao hotel, fomos e voltamos a Fussen rapidinho, em frente ao trem.

Restaurantes

A comida típica de Munique é pesada, gordurosa e geralmente baseada em carne de porco. Ainda assim, a modernização dos costumes alimentares também chegou aqui e não tive dificuldade em comer pratos lacto-vegetarianos em nenhum lugar (veganos talvez tenham que buscar restaurares específicos).

Tentamos jantar na Hofbräu am Platz, mas estava lotado, então acabamos na Jodlerwirt, um restaurante muito lindinho, todo na madeira e que tem como prato principal o joelho de porco – demonstrado na televisão de cachorro à frente do restaurante.

Onde comer em Munique
Onde comer em Munique

Surpreendentemente, comi um bom prato vegetariano no lugar. No desespero, fui de Pretzel.

Os biergarten também são ótimas opções de restaurantes, embora o cardápio seja, em geral, reduzido. Gostei bastante desse risoto de legumes do Hirschgarten.

Onde comer em Munique
Onde comer em Munique

A Augustiner, além de possuir uma cerveja deliciosa, também tem um restaurante agradável e com comidas típicas da Bavária. Gostamos muito.

Até bolinho de aniversário e parabéns tivemos para o amigo aniversariante. O restaurante também fica muito bem localizado ao lado do Portão Karlstor.

Onde comer em Munique
Onde comer em Munique

Quer conhecer mais sobre Munique na Alemanha? Temos vários posts legais sobre esse destino.

Procurando onde se hospedar na Alemanha? Nós sempre reservamos pelo Booking e não nos arrependemos, veja os melhores hotéis aqui.

You Might Also Like

1 Comentário

  • Responder
    X branco com mangueira extensível
    31 de julho de 2020 em 22:06

    Site inspirador!. First this is a Great list Hosting Information Sites , Superb Work helpful Information , Post I like Its Thank You very Much For Sharing me , keep it up Really Great Staff ,

  • Leave a Reply