O Blog e o nome do blog

O Blog

 

O Viagens Invisíveis começou em agradecimento a todos os blogs que fizeram minhas viagens mais prazerosas. Ao mesmo tempo, senti que precisava contribuir com impressões e respostas, que eu não encontrava na blogosfera.

E qual não foi a surpresa, ao encontrar nesta escrita um grande prazer!

Eu, Nívia Guirra e meu esposo Fabio, gostamos de passeios com conforto, paisagens incríveis, boa comida, vinhos e longas caminhadas. Roteiros a pé pelas cidades, opa, é comigo mesmo!

O Viagens é totalmente independente e todas as opiniões consignadas somente podem ser atribuídas à minha pessoa. Não há patrocínio ou post encomendado. Se um dia houver será devida e previamente avisado em legras graúdas e cobertas de glitter e neon :-).

Os comentários são permitidos e desejados, inclusive para criticar. Só serão removidos comentários ofensivos, em letras maiúsculas, propagandas com links embutidos e spam.

 

O nome do blog

 

Disse Italo Calvino* em 1990:

“Não se sabe se Kublai Khan acredita em tudo o que diz Marco Polo quando este lhe descreve as cidades visitadas em suas missões diplomáticas, mas o imperador dos tártaros certamente continua a ouvir o jovem veneziano com maior curiosidade e atenção do que a qualquer outro dos seus enviados ou exploradores. (…)

Somente nos relatórios de Marco Polo, Kublai Khan conseguia discernir, através das muralhas e das torres destinadas a desmoronar, a filigrana de um desenho tão fino a ponto de evitar as mordidas dos cupins.”

O nome deste livro é As Cidades Invisíveis.

E porque acredito que viajamos de diversas formas e talvez a maior de nossas viagens seja a que construímos ouvindo os relatos de outros, no dobrar das páginas de um livro, em uma foto de revista, que forma como em sonho, em nossas mentes, arquiteturas de viagens invisíveis.

Espero que gostem!

*As Cidades Invisíveis. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *