0 Em Leitura de Viagem/ México

México: Leitura de Viagem

Para viajar não basta tirar passaporte, visto, desbloquear cartão de crédito, contratar seguro e comprar dólares. Talvez para quem deseja apenas ser turista e descompromissadamente flanar distante de tudo o que rodeia o mundo. Não é o meu caso. Sigo exatamente as instruções do David Leavit (que já trouxe no post sobre Itália: Leitura de Viagem) para aproveitar ao máximo a viagem.

 

“Visitantes delicados, lidos, intensamente cuidadosos (…), ávidos para penetrar aquela membrana indefinível que separa a existência turística da existência genuína.” 
 
Para esta viagem do México, escolhi as seguintes obras:
Leituras de Viagem - México

1. Guias:
 
México – Guia Visual Folha de São Paulo
Top 10 – Cidade do México – Guia Visual Folha 
Top 10 – Cancún e Yucatán – Guia Visual Folha 
 
2. Revistas:
 
Lonely Planet, febrero 2010, nº21.
Viagem e Turismo, fev 2012.
  
3. Ficção e outros:

A parte mais interessante (e importante) da leitura de viagem. Adentrar no que há de mais significativo (ou disponível) da literatura local, com imersões em política e artes. O que li ou vou levar na bagagem:
 
Atlas Geográfico Mundial (Ed. Sol90)- América do Norte e Caribe: me referi a ele no último post. Tem diversas páginas sobre o México e curiosidades que não tinha encontrado em lugar algum, como o Vulcão Popocatépetl, que ainda emite fumaça, ou que o país é o primeiro na produção mundial de prata.
 
Outono Asteca (Gary Jennings) – embora seja americano, Gary Jennings viveu 12 anos no México para escrever os 04 livros da série Asteca (Sangue Asteca, Orgulho Asteca e Holocausto Asteca).  Achei o romance com escrita leve, divertido e sensual, e ainda assim com detalhes históricos muito interessantes. É longo (497pgs.) mas nem percebi…
 
Todas as Famílias Felizes (Carlos Fuentes) –  Não sei a importância deste livro na obra de Carlos Fuentes (falecido este ano de 2012), mas ficou marcado em mim! É um livro universal, que trata de nós, nossos laços frágeis e difíceis, que perduram além do tempo. Aviso aos navegantes: não é um livro fácil… não é para quem quer diversão gratuita.
 
Em Busca do Mundo Maia (Airton Ortiz) Um verdadeiro diário de viagem, sobre a busca dos vestígios da civilização Maia, percorrendo Nicarágua, Honduras, Guatemala, Belize e México.
RIVERA KAHLO (Andrea Kettenmann – Taschen) – dois excelentes livros, com acabamento e impressão perfeitas, são compactos e baratos (em se tratando de livros de arte), em torno de R$30,00 cada. Narra desde uma biografia resumida, incluindo referências artísticas dos dois pintores e detalhes das obras. Levando na mala para o dia de visita ao museu de Frida e casa-estúdio de Diego.
 
Guia Politicamente Incorreto da América Latina – Leandro Narloch e Duda Teixeira – Relato divertido (e parcial) dos “heróis” americanos, com capítulo especial dedicado aos Astecas, Incas e Maias e Pancho Villa. 
 
Os Rendentores – Enrique Krauze – Biografia de diversos personagens que construíram a história da América, com especial interesse em José Vasconcelos, Octavio Paz, Subcomandante Marcos e Samuel Ruiz. Outro livro para terminar durante a viagem.
 
Agora o meu autor mexicano favorito: Octavio Paz. 
 
México en la obra de Octavio Paz – Uma preciosidade encontrada no sebo Estante Virtual apresenta o pensamento de Paz sobre diversos temas da arte mexicana, como os muralistas, a arte pré-colombiana, a arte Maia, etc. (em espanhol)
 
Obra Poética II – Octavio Paz – o que posso dizer de um livro que reúne toda a produção em poesia do autor de 1969 a 1998? (em espanhol)
Para ler na volta: O labirinto da Solidão – Octavio Paz.
 
E nesta madrugada, saio da ficção para entrar em outra, a tão esperada viagem ao México. 

You Might Also Like

Sem comentários

Leave a Reply